domingo, 15 de fevereiro de 2009

Chiquinha Gonzaga







A força de uma mulher que se adiantou no tempo.

Francisca Edwiges Neves Gonzaga, mais conhecida como Chiquinha Gonzaga, (Rio de Janeiro, 17 de outubro de 1847 — Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 1935) foi compositora e pianista brasileira.

Chiquinha Gonzaga não foi apenas uma grande artista. Antes de tudo, foi uma mulher à frente de seu tempo. Uma genuína representante da força feminina. Ela enfrentou preconceitos, quebrou tabus numa época em que as mulheres eram cruelmente subjugadas. Enfrentou tudo e todos para defender seus ideais. Mulher de personalidade forte, marcante.
Consciente de seu papel como mulher, ser humano e cidadã. Participou ainda, ativamente, da campanha abolicionista e da republicana, e foi fundadora da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais.

Wandrei
29 dez.2007


Chiquinha Gonzaga já foi retratada como personagem no cinema e na televisão, dirigida por Jayme Monjardim e interpretada por Regina Duarte e Gabriela Duarte, na minissérie Chiquinha Gonzaga (1999), na TV Globo, e por Bete Mendes, no filme "Brasília 18%" (2006), dirigido por Nelson Pereira dos Santos.

leolois
6 set. 2008



Bibliografia

Chiquinha Gonzaga - Uma Historia de Vida
Diniz, Edinha / ROSA DOS TEMPOS

2 comentários:

Evelyne Furtado disse...

Gostei muito blog. Uma mulher de talento e muita coragem, Chiquinha Gonzaga. Abraços.

Kris R. disse...

Chiquinha Gonzaga foi uma mulher muito especial. A minissérie exibida na Rede Globo em 1999 retratou perfeitamente quem foi esta grande mulher.

Postar um comentário

Gostaria de saber sua opinião.