segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Segurança e Defesa Pessoal para Mulheres

Quem procura um curso de defesa pessoal, está procurando se sentir mais seguro. Com o aumento da violência, mulheres e idosos passaram a serem as maiores vítimas. Toda mulher deveria saber se defender. As técnicas de defesa pessoal podem ser muito utéis em situação de perigo do dia-a-dia, como agressões físicas, assédio sexual, assalto e até tentativa de estupro. Antes de se matricular na primeira academia da esquina e necessário que saiba que é necessário que o profissional seja especializado. Informe-se antes. Há muitos professores de academia que não são qualificados. Avalie o programa de treinamento do curso. Em caso de dúvida, procure alguém que possa orientá-la. Algumas universidades já estão oferecendo no período das férias, excelentes cursos de defesa pessoal . Eu recomendo.
Algumas dicas de segurança
  • Ao sair e chegar em casa, redobre a atenção.
  • Dê sempre uma volta no quarteirão e, se achar necessário, acione a polícia.
  • Se for surpreendido, não tente reagir.
  • Não faça movimentos bruscos.
  • Responda apenas o que for perguntado.
  • Não encare os assaltantes.
  • Mantenha o controle e tente conduzir a situação da melhor forma.
  • Não grite ou discuta com os bandidos.
  • Evite andar com cartões de banco.
  • Evite levar grande soma em dinheiro.
  • Evite saques em caixa 24 hs.
  • Procure caixas eletrônicos instalados em shoppings e supermercados.
  • Procure horários e dias com pouco movimento para suas compras.
  • Não mostre dinheiro em público.
  • Não aceite ajuda de estranhos para carregar suas compras.
  • Proteja o seu dinheiro ou cheque na hora de fazer depósitos.
  • Não converse com estranhos dentro do banco.
  • Procure estar acompanhado para fazer saques nas agências ou caixa eletrônicos.
  • Fique atento à presença de pessoas suspeitas perto dos caixas automáticos e suspenda a operação se suspeitar de alguém.
  • Faça saques em horários comerciais.

3 comentários:

Kris R. disse...

É notório que a violência cresce assustadoramente a cada dia. Os noticiários noticiam a todo momento um novo caso. Virou até corriqueiro. Nós, mulheres, estamos mais sujeito a certos tipos de agressões.
Saber se defender é uma alternativa. Não sou a favor da violência, muito pelo contrário. Defesa pessoal é auto-defesa. O fato de conhecer as técnicas não significa que vou utilizá-la a todo momento. Tal conhecimento só deve ser usado para proteção, em caso de extremo perigo.
Um outro ponto importante é conhecer o trabalho do instrutor. Meia dúzia de golpes não vão livrá-la de ser tornar uma "vítima". Pode colocá-la em encrenca. Pois muitas vezes esses golpes não funcionam como devia, devido a falta de qualificação e experiência do instrutor.

Nobre disse...

Sou a favor. Uma mulher precisa saber se defender.

Nadia disse...

Onde está a entrevista com o especialista?
Gostaria de saber mais sobre o assunto.

Postar um comentário

Gostaria de saber sua opinião.